Morada

Almagreira, Pombal

Contatos

913 197 690

Redes Sociais

Biografia

Isto sou eu

Pela graça de nosso Senhor,

Nasci poeta e escultor

Para os lados de Almagreira,

Para alguns  mestres; Vitupério,

Optei por fazer a sério

O que era uma  brincadeira.

 

O meu  mergulho na cultura,

Deu-se a certa e dada altura

Bem longe da nossa terra,

Foi numa aldeia do Tirol

Cuja montanha em redol

Beleza e magia encerra.

Não estudei anatomia,

Mas tenho  nas mãos a magia

Para transformar a matéria,

Trabalho  pedra e madeira

E como Rodim ou Cerveira

Não quero morrer  na miséria.

 

Da pena também faço uso,

E com ela me faço intruso

Nas vidas de muita  gente,

Da liberdade oriundo

Escrevo os pecados do mundo

Eu sou Charlie; mas prudente.

Para quem  da arte tem a veia

Nunca  colhe quem  semeia,

Já tem séculos o feitiço,

Deixo a arte me envolver

E talvez depois de eu morrer

Alguém venha  a lucrar com isso.

 

Dou-me à arte com paixão

Mas não como ganha-pão

Simplesmente pelo prazer,

Pela arte me apaixonei,

E tanto  quanto hoje eu sei

Vou ama-la  até morrer.

Mostra de Trabalhos