Morada

Rua de São Francisco, 3100-684 Santiago de Litém

Contatos

Leonel Francisco: 966 483 586

Redes Sociais

Biografia

Ora façam o obséquio de atentar neste grupo de quatro cavalheiros e uma donzela, pois que há música barroca pronta para servir a sua alteza, o público.

Reparai que nada foi deixado ao acaso, e que os músicos se vestem a rigor para qualquer espetáculo que surja a partir de agora, no ano da graça de 2015.

 A culpa – claro está – é do Marquês de Pombal, que inspirou a criação da Associação Artística com o seu próprio nome.

E assim nasceu a Associação Artística Marquês de Pombal, com sede na aldeia do Pisão, freguesia de Santiago de Litém. Atualmente com 16 sócios. O quinteto que dela emana apresentou-se ao público num domingo quente de Maio, mês do Marquês, no museu dedicado ao estadista.

 O espaço, paredes-meias com a antiga casa onde viveu e morreu Sebastião José de Carvalho e Mello, encheu-se de música dos séculos passados. E neste projeto que pretende levar longe o nome de Pombal e do seu Marquês, os pormenores fazem toda a diferença: Os cinco músicos trajam à época e encarnam, cada um deles, uma personagem.

Paulo Clemente, professor e músico, é o próprio Marquês, a tocar clarinete. Já Leonel Francisco, ao piano, é o mestre-de-cerimónias. Mas há ainda a Condessa de Daun, que Filipa Grilo personifica, enquanto toca trompa; e os irmãos João e José Domingues, nobres, músicos ao leme do oboé e do fagote.

Brochura do Quinteto

Mostra de Trabalhos