Morada

Rua da Capela nº 5 – 3100-356 Pombal

Contatos

Anália Ferraz – 918 960 699

Redes Sociais

Biografia

Foi fundado a 20 de junho de 2006, na localidade do Pinheirinho, freguesia de Pombal, com o intuito de defender, valorizar e divulgar os usos e costumes do quotidiano de outrora. Foi levado a cabo um importante trabalho de pesquisa e recolha etnográfica, nomeadamente dos cantares e danças típicas da região, sendo estas, predominantemente, as danças de roda, de dois passos, de tacão e bico, valseados, viras, bailaricos, encadeados e enleios.

O rancho que conta com cerca de 45 elementos, já atuou em Alcobaça, Arganil, Tondela, Legiosa do Dão, Vila Franca de Xira, entre outros locais, em diversas festas e romarias, assim como em festivais de folclore.

Locais de recolha: junto das pessoas mais idosas da aldeia

Trajes: resineiro, ceifeiro, serrador, moleiro, camponeses, arrozeiro, boieiro, domingueiro e noivos.

Utensílios: Cabaça de água, trado dos bois, meio alqueire, peneira, ferro da resina, enxada rasa, pedoua, ancinho de madeira, malho, foice, alguidar de barro vidrado, cestas de vime, dobadoura, etc.

Tocata: acordeão, bombo, ferrinhos, medida com abano, cavaquinho e reco-reco.

In Cancioneiro folclórico do Concelho de Pombal : outros tempos, outros costumes. / Pombal: Câmara Municipal, 2016. / 213 p.

Mostra de Trabalhos